Diário

Desabafo…

Hoje tomei a decisão de não atender mais esse cliente.

Ele é um amor de pessoa, no nosso primeiro encontro, apesar de eu ter sentido dor por conta do tamanho do seu pau, deu para relevar, pois a dor foi suportável. Mas no encontro de hoje eu não curti a parte do anal.

No vaginal precisamos lubrificar bastante para encaixar legal, eu consegui gozar após um bom período de insistência. Teve o lado bom também.

Eu curto sexo anal, mas não quer dizer que será prazeroso com todos. Hoje a penetração foi mais difícil e para piorar ele demorou para gozar. Senti muitas dores, eu não aguentava mais, até que chegou um momento que precisei dizer isso a ele.

Cheguei a conclusão de que eu não preciso me machucar para ganhar dinheiro, me senti tão mal por ter me sujeitado a isso. Se eu não puder me sentir confortável não vale a pena. Não quero isso para mim.

Às vezes, por querer ser justa com o cliente, acabo passando por esse tipo de situação, mas a partir de hoje eu não passarei mais por isso.

É como as meninas dizem: “Na primeira vez eu sou escolhida, na segunda vez eu posso escolher.” Então eu tive uma parcela de culpa por ter aceitado novamente.

Ele é um amor de pessoa, a única questão é que eu não consigo fazer sexo anal com ele.

Ele também  precisa entender que nem toda coleguinha vai conseguir praticar sexo anal com ele, nem sempre é frescura. Então, por isso, deve deixar bem claro no momento da abordagem que ele é dotado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *